Esta página web utiliza cookies. Ao continuar a navegar, está a aceitar a utilização de cookies.
Site Oficial
Free Wi-Fi
A minha reserva
Reservar
Melhor preço garantido
Reserve
+
Data
quartos
Adultos:
Crianças:
2 quartos
* menores de 12 anos
+ Adicionar quartos
Código de promoção
Data de reserva
Adultos
Crianças*
Quarto 1
x
Adicionar quarto
Turismo
The Bohemian Place
Aveiro
Venha descobrir uma das cidades com mais encanto de Portugal en The Bohemian Place.
Aveiro
Deambular por Aveiro é mergulhar nas águas do Centro de Portugal. Conhecida como a “Veneza portuguesa” a cidade deixa-se dominar tranquilamente pela Ria de Aveiro, descrita por Saramago como um “corpo vivo que liga a terra ao mar como um enorme coração”. Embarque num moliceiro e percorra os canais da ria, observe as casas Arte Nova que decoram as margens ou descubra-as em cada detalhe. Se preferir, aventure-se a solo ao volante de uma BUGA, as bicicletas gratuitas disponibilizadas pelo município, que são tudo o que precisa para se deslocar em Aveiro.

De volta ao centro da cidade, retempere forças com as iguarias regionais. Se a hora de almoço estiver perto, arrisque numa caldeirada de enguias ou num carneiro à lampantana. Ou então perca-se na deliciosa doçaria regional, onde ovos e açúcar fazem magia, e deixe que os ovos moles despertem o seu palato como se fossem pedaços de ouro doce.
Ovos Moles
Conhecer Aveiro e não provar os ovos moles é pecado. Este doce típico da região, herdado das tradições dos conventos femininos aveirenses, ganha forma com a mistura indulgente de ovos e açúcar, feita com os saberes da tradição. A proximidade da ria e os elementos do mar inspiraram as doceiras, que com o seu toque mágico criam finas camadas de hóstia em forma de conchas, búzios, peixes ou amêijoas para envolver a massa voluptuosa de cor dourada. Os ovos moles de Aveiro foram o primeiro produto da confeitaria portuguesa distinguido com a denominação de Indicação Geográfica Protegida, atribuída pela União Europeia.
Arte Nova
É no centro de Aveiro, em torno do Rossio e das casas onde pode provar os deliciosos ovos moles, que se reúne um conjunto de interessantes edifícios Arte Nova. As fachadas, onde não são raros os elementos em ferro forjado e a pedra lavrada, desdobram-se em arcadas e bow-windows. A decoração percorre colunas, contorna janelas e portas e emoldura óculos e painéis de azulejo. Distinguida como a cidade-museu da Arte Nova em Portugal, Aveiro é membro da “Réseau Art Nouveau Network” a par de Barcelona, Bruxelas, Budapeste, Glasgow, Helsínquia ou Havana. Venha descobrir o encanto deste período delicado e sedutor da arte do século XX fazendo uma visita guiada a pé pela Rota da Arte Nova, um percurso concebido para o ajudar a identificar todos os edifícios e monumentos que ostentam as marcas.

Reserve ainda algum tempo para uma visita à Fábrica da Vista Alegre, a mais internacional das porcelanas portuguesas, e ao Campus Universitário de Aveiro, um verdadeiro museu de arquitectura portuguesa contemporânea ao ar livre, onde se edificaram obras assinadas por Siza Vieira, Souto Moura, Alcino Soutinho, Carrilho da Graça e Gonçalo Byrne.
Ria de Aveiro
A Ria conquistou Aveiro tornando-se o seu coração. É o que identifica a cidade dando-lhe luz e vida, e marcou de forma permanente as tradições locais. Em Aveiro tudo vive em redor destes 47 quilómetros de água disposta paralelamente ao mar. É a Ria, um espelho de prata que reflecte a cor dos barcos moliceiros e das casas Arte Nova, que torna sedutor e único o encanto de Aveiro.

Para além dos passeios a bordo de um moliceiro, a Ria de Aveiro oferece-lhe muitas outras actividades. Pode optar pelos desportos de mar e aventurar-se pelo windsurf ou kitesurf, ou deixar-se encantar pela singular paisagem aveirense vista do céu, com uma viagem aérea sobre a Ria. Tem, ainda, a possibilidade de alugar uma BUGA, as Bicicletas Aquáticas da Cidade de Aveiro, para um passeio descontraído entre o Lago da Fonte Nova e a Capitania.

A ria de Aveiro é um paraíso para os amantes da observação de aves! Existem vários habitats importantes para a nidificação de aves aquáticas, com destaque para as salinas, sistemas lagunares e dunas como é o caso da Reserva Natural das Dunas de S. Jacinto, junto à barra de Aveiro, com importantes concentrações de aves, sobretudo no outono e inverno.

Este local alberga, regularmente, 20.000 aves aquáticas com importantes congregações de pato-preto (Melanitta nigra) e de aves limícolas nas zonas intertidais (sobretudo, o pilrito-comum, Calidris alpina).
Nas proximidades
Depois, desça até à Costa Nova e deixe-se conquistar por este pedaço colorido do litoral português. Esta praia é característica devido às casas em madeira riscadas de branco e cores garridas, descendentes dos antigos palheiros que serviam de armazém e abrigo aos homens do mar. Se estiver na Costa Nova não deixe de visitar o Mercado do Peixe. Este é um dos poucos mercados onde o marisco acabado de pescar na Ria – tal como sapateira, percebes, camarão da costa, ou búzios – é confeccionado no momento, garantindo a sua frescura e sabor. Assim, pode adquirir o marisco já cozinhado, e depois petisca-lo enquanto descansa no Cais dos Pescadores.

Mesmo ao lado, na praia da Barra, ergue-se sobranceiro e imponente o Farol da Barra, o mais alto de Portugal. Todas as quartas-feira à tarde é possível subir os quase 200 degraus do farol e ficar deslumbrado com a vista!!
Bacalhau
A nossa viagem começa na cidade de Ílhavo, situada a 8 km de Aveiro. Esta cidade possui uma enraizada tradição marítima e o bacalhau assume-se como o baluarte desta cidade costeira. O seu Museu Marítimo é um verdadeiro ícone da arquitectura, desenhado pela prestigiada dupla de arquitectos Nuno Mateus e Pedro Mateus que também foi nomeado para o Prémio Mies van der Rohe, em 2003. O Museu Marítimo de Ílhavo conta a história da pesca em alto mar na Terra Nova e na Gronelândia, assim como na ria de Aveiro. O Aquário de Bacalhaus é um ponto a não perder!
Navio-Museu Santo André
O Navio-Museu Santo André pertence ao Museu Marítimo de Ílhavo. Este arrastão fez parte integrante da frota portuguesa de pesca do bacalhau e foi construído em 1948 na Holanda. O Navio-Museu Santo André tem 71,40 m de comprimento e foi totalmente renovado e convertido num museu.
Vista Alegre
No complexo fabril da Vista Alegre não deixe de visitar o palácio, a Capela de Nossa Senhora da Penha de França, o Bairro da Vista Alegre e o Teatro.

Visitar a Fábrica da Vista Alegre é entrar num mundo que guarda os segredos do fabrico centenário da porcelana mais internacional de Portugal. Percorra o espaço e acompanhe todo o processo de criação de algumas das mais emblemáticas peças de porcelana portuguesa, desde a composição da pasta até à cozedura final. Venha conhecer a escola de pintura que, ao longo da história da fábrica, tem sido basilar tanto na formação de muitos jovens artistas como na preservação da tradição de excelência. Na área da Manufactura testemunhe o motivo pelo qual a técnica de pintura à mão distingue de forma excepcional a Vista Alegre, sendo esta uma das poucas indústrias que mantém mão-de-obra especializada e qualificada em trabalho exclusivo para a produção das suas peças prestígio.